Segunda-feira, 5 de Maio de 2008

O que fazer para ser Bem Sucedido?




Creio que todos nós deveríamos ter a Bíblia como livro de cabeceira. Afinal, nela encontramos palavras de conforto, mensagens de ânimo, exemplos que nos estimulam a seguir na caminhada sem olhar para trás. Deus fala conosco através das Sagradas Escrituras que foram escritas por homens...porém, homens comprometidos com Deus e, por isso mesmo, inspirados por Seu Santo Espírito.

Todavia, temos visto inúmeras pessoas conhecedoras da Palavra de Deus, cristãos que têm o hábito de ler e até de estudar a Bíblia, mas que, no entanto, vivem tristes, murmurando, insatisfeitos com suas vidas, desanimados e sem esperanças diante dos problemas do dia-a-dia. Quando questionadas, normalmente apontam algo ou alguém como causa para tamanho desalento: o marido infiel, a esposa rixosa, o filho rebelde, a solidão, a traição de um amigo, a frustração profissional; enfim, infinitas são as razões alegadas.

Entretanto, o que esses indivíduos não compreendem ou não querem admitir é que a verdadeira causa de serem ou estarem apáticos está dentro deles e a própria Bíblia nos ensina isso, tomando como exemplo Josué, discípulo de Moisés.

“Sucedeu, depois da morte de Moisés, servo do SENHOR, que este falou a Josué, filho de Num, servidor de Moisés, dizendo: Moisés, meu servo, é morto; dispõe-te, agora, passa este Jordão, tu e todo este povo, à terra que eu dou aos filhos de Israel” (Josué 1:1-2).

Com a mensagem acima, Deus chamou a atenção de Josué no intuito de que ele parasse de chorar pela morte de Moisés, esquecesse o passado e despertasse para a bênção que estava adiante e só dependia dele para ser alcançada, ou seja, a terra prometida. Ora, Josué agiu como alguns hoje em dia, que mesmo tendo fé, sentem-se fracos, abatidos, impossibilitados de continuar lutando por seus objetivos, por estarem presos ao passado.

Sinceramente, não há problema algum em recordar determinadas situações ou pessoas que fizeram parte de nossas vidas...também é compreensível o sentimento de pesar pela perda de um ente querido. No entanto, tais lembranças devem servir como experiência de vida e não como empecilhos à nossa felicidade.

O Senhor Jesus disse: “O meu justo viverá pela fé” (Hebreus 10:38). Viver pela fé significa olhar para frente e não deixar que os sentimentos interfiram em nossas decisões; é ter certeza de que o amanhã será de vitórias, apesar dos obstáculos do presente. Na teoria isso é fácil. Porém, na prática apenas os que vivem no campo da fé, comprometidos com Deus conseguem.

“Sê forte e corajoso, porque tu farás este povo herdar a terra que, sob juramento, prometi dar a seus pais. Tão-somente sê forte e mui corajoso para teres o cuidado de fazer segundo toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que sejas bem-sucedido por onde quer que andares” (Josué 1:6,7)

Esse é o segredo para que sejamos bem-sucedidos em todas as nossas atitudes. Quer dizer, não basta conhecer a Bíblia, é preciso ter coragem para colocar o que está escrito em prática e assim vencer toda e qualquer dificuldade.

Amigo leitor, Deus nos deu a fé não apenas para falar dEle, mas principalmente para vivermos conforme orienta a Sua Palavra. Josué creu na Palavra de Deus, desprendeu-se do passado e venceu.

E você...tem crido na Bíblia? Então, esqueça o passado e tome posse da sua vitória.
publicado por paulocsm às 09:17
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 1 de Maio de 2008

Você tem feito a escolha certa?

Nesses últimos meses o Espírito Santo tem revelado o porquê de muitas pessoas mesmo freqüentando uma igreja e crendo em Deus, não têm se beneficiado das promessas bíblicas. Por isso, em nossas mensagens temos abordado a diferença entre a fé emocional e a fé consciente.

Mesmo assim, alguns parecem ainda não ter compreendido que só  é possível conquistar a qualidade de vida prometida pelo Senhor Jesus, através da materialização da fé consciente e isso exige sacrifício da nossa parte.

Para facilitar a compreensão, vamos analisar o exemplo bíblico de Abraão e seu sobrinho, Ló, que em determinado momento, tiveram que se seguir caminhos diferentes.

“Levantou Ló os olhos e viu toda a campina do Jordão, que era toda bem regada (antes de haver o SENHOR destruído Sodoma e Gomorra), como o jardim do SENHOR, como a terra do Egito, como quem vai para Zoar. Então, Ló escolheu para si toda a campina do Jordão e partiu para o Oriente; separaram-se um do outro” (Gêneses 13.10-11)

Note que Ló fez a sua escolha pela aparência, sem avaliar se aquele local seria mesmo bom para ele. Da mesma forma, nossa vida também é resultado das nossas escolhas. Portanto, não podemos atribuir a Deus culpa por nossos fracassos.
Quando Deus apareceu no monte Sinai, Moisés fez uma escolha e disse: Irei para lá e verei essa grande maravilha; por que a sarça não se queima? (Êxodo 3.3). Ele poderia não ter ido, mas compreendeu que aquela era a oportunidade de tornar real o seu sonho. Mas, para isso, teve que subir o monte e diante da presença de Deus, buscou a direção certa a seguir. Por ter uma fé consciente, Moisés fez uma sensata, coerente e sábia.

Todos nós temos sonhos. Entretanto, alguns não sabem como realizá-los ou se sabem, não têm tido forças para colocar em prática. Isso porque ainda têm uma fé emotiva. Muitos acham que por freqüentarem uma igreja, estão cumprindo sua obrigação como cristãos. No entanto, permanecem na promiscuidade, na marginalidade, cobiçando, invejando os outros. Assim como Ló, muitos que dizem ter fé, por serem indolentes e preguiçosos, buscam as facilidades desse mundo e vivem escorados na fé dos outros.

No entanto, para o verdadeiro cristão a igreja é a casa de Deus, aonde vai para ouvir a Palavra, exercitar a fé e, dessa forma, mostrar que Ele está vivo. Quem vive pela fé está sempre pronto a obedecer à direção divina. É como Abraão que mesmo tendo ficado no deserto, tinha dentro de si a certeza de que aquele lugar se tornaria um manancial.

Se continuarmos analisando o livro de Gênesis (ver capítulos 18.16-33 e 19.1-29), veremos que por causa da maldade e corrupção dos homens, Deus decide destruir a cidade que Ló havia escolhido por moradia. Porém, por causa da fé de Abraão, anjos são enviados aquele local, no intuito de salvar seu sobrinho e toda a sua família. No entanto, respondeu-lhes Ló: “Assim não, Senhor meu! Eis que o teu servo achou mercê diante de ti, e engrandeceste a tua misericórdia que me mostraste, salvando-me a vida; não posso escapar no monte, pois receio que o mal me apanhe, e eu morra. Eis aí uma cidade perto para a qual eu posso fugir, e é pequena. Permite que eu fuja para lá (porventura, não é pequena?), e nela viverá a minha alma”  (Gênesis 19.18-20)

Em outras palavras, a atitude de Ló foi semelhante à daquelas pessoas emotivas, materialistas, que acreditam e se apegam apenas ao que seus olhos podem ver. Elas não querem ter trabalho. Desejam conquistar, mas de forma fácil, sem esforço. E, na maioria dos casos, quando conseguem algumas vitórias, não têm forças para manter o que conquistaram e acabam perdendo tudo.
Amigo leitor, assim como a Abraão, Deus quer abençoá-lo e fazê-lo um vencedor. A porta que dá acesso ao monte, ou seja, às promessas bíblicas está aberta, porém, por ser estreita, exigirá sacrifício da sua parte. Portanto, cabe a você decidir passar ou não por ela.
publicado por paulocsm às 10:39
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 29 de Abril de 2008

Polêmico: Pode-se Considerar os Recém-Nascidos como Filhos de Deus?

Não. Cada criança é gerada pela vontade exclusiva dos pais biológicos. Em não havendo relação sexual é possível gerar crianças? Somente no caso de inseminação artificial.

Portanto, nenhuma criança é gerada pela vontade de Deus, mas da vontade humana. É claro que a lei da natureza instituída por Deus determina que “tudo o que o homem semear, isso também ceifará” (Galátas 6:7). Ora , se planta arroz vai colher arroz...Isso é uma lei fixa. Assim também cada criança gerada é fruto exclusivo da vontade de seus pais e nada tem haver com Deus. Por isso também, quando a criança nasce defeituosa a culpa pode ser atribuída a Deus, mas às condições em que ela foi gerada (João 9:2-3). Se a mãe engravida e mantém o uso do tabaco, drogas, bebidas alcoólicas ou qualquer atividade que influencia o desenvolvimento do feto, então é muito provável o filho nascer com problemas, seja defeitos físicos ou doenças incuráveis. Se a semente for contaminada o fruto será defeituoso.

Se cada criança fosse gerada pela vontade de Deus, então Deus não seria Pai, mas sim, mostro. Por quê? Porque enquanto muitas crianças nascem perfeitas outras tantas nascem defeituosas ou já condenadas à morte prematura. Portanto, Deus nada tem haver com os filhos que vem ao mundo.

O Que ocorre com a alma da criança morta prematuramente ?

Apesar de a criança não ser nascida de Deus, ainda assim, quando ela morre sua alma vai direto para Deus (Mateus 19:14; Marcos 10:14; Lucas 18:16). Mesmo que seus pais sejam incrédulos ou pecadores, seus filhos, enquanto em idade da inocência, não têm pecados diante de Deus.

O fato é que enquanto a criança está vivendo na idade da inocência sua salvação está garantida, haja vista não ter pecados. Ela somente precisa de salvação de sua alma quando entra na idade da razão, isto é, quando passa a ter consciência do que é certo e do que é errado.

Daí a razão porque biblicamente não há batismos nas águas para crianças. O batismo nas águas é a cerimônia que segue ao arrependimento de pecados. E como a criança inocente vai se arrepender se não tem pecado?

Veja o exemplo do Senhor Jesus: Ele somente foi batizado nas águas quando tinha trinta anos de idade; não porque tinha pecado e havia se arrependido, mas para cumprir toda a justiça (Mateus 3:15). Tal justiça foi cumprida quando o Senhor Jesus Se identificou com a mensagem de justiça proclamada por João Batista.
João estava batizando pessoas arrependidas, e o Senhor Jesus deu testemunho do trabalho dele na restauração da fé que justifica o conserto com Deus. Além disso para cumprir a Escritura profética a Seu respeito.

Mas quando recém-nascido, com apenas oito dias, Jesus conduzindo ao Templo e foi consagrado a Deus (Lucas 2:21-30). E seguindo Seu exemplo a verdadeira Igreja cristã faz o mesmo com respeito aos pequeninos, ou seja, consagra-os ao Deus de Abraão em Nome do Senhor Jesus Cristo.

Deus Abençoe

PauloCSM Blog
http://paulocsm.wordpress.com
publicado por paulocsm às 09:53
link do post | comentar | favorito

Livro: O Perfil do Jovem de Deus - 7 Partes (.doc)

Os jovens estão sempre buscando aventuras, novas informações e descobertas. Nesse turbilhão de coisas novas, e tantas decisões a serem tomadas, é que muitos jovens acabam se enveredando por caminhos que os levam ao sofrimento. Sem orientação e atraídos pelo falso colorido do mundo, eles acabam comprometendo seu futuro.

Visando orientar os jovens, o livro O Perfil do Jovem de Deus mostra que a mais extraordinária experiência que o ser humano pode viver é sentir a presença de Deus. O bispo Renato Cardoso esclarece as principais dúvidas da maioria dos jovens, tais como os estudos; namoro; relacionamento com os pais e com os amigos, moda, sexo, carreira a seguir e outros assuntos.

Obra de fundamental importância para os jovens e também para os pais que desejam orientar e conhecer melhor os questiona-mentos das novas gerações.

Download:

PARTE 01 PARTE 02 PARTE 03 PARTE 04 PARTE 05 PARTE 06 PARTE 07
publicado por paulocsm às 09:38
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 25 de Abril de 2008

Pasta com 800 Estudos do Bispo Macedo - ARRUMADO!!!

Venho em primeira mão disponilizar a Pasta com 800 Estudos do Bispo Macedo para Download, o link anterior (http://www.800estudosbispomacedo.vai.la) estava com problemas mas agora está tudo funcionando.

Essa pasta custa R$ 150,00 na gráfica e é de uso dos pastores... Realmente vale a pena baixar. Dei-me o trabalho de colocá-la aqui, devido ao imenso valor espiritual que tem estes estudos. Por ser um pouco grande, 412MB, eu dividi em 5 aquivos no RapidShare para download. Caso não consiga baixar pelo rapidshare, coloquei aqui um tutorial.

Caso já saiba como funciona, então segue abaixo os links para download!

PARTE 01 - 95 mb
PARTE 02 - 95 mb
PARTE 03 - 95 mb
PARTE 04 - 95 mb
PARTE 05 - 32 mb

Deus abençoe abundantemente.

by PauloCSM Blog
http://paulocsm.wordpress.com
publicado por paulocsm às 19:05
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito

Os "Bobos" e os "Espertos" - Qual se sai melhor?


Você já ouviu a frase: “O mundo é dos espertos”? No entanto, quantos que se julgam ou são considerados espertos, têm vivido atormentados por problemas como dívidas, vícios, abandono, depressão, doenças, entre outros?
O projeto de Deus é fazer do ser humano Seu referencial no mundo. Ele deseja que possamos refletir a Sua imagem, através do nosso comportamento moral e espiritual e assim glorificá-Lo, como está descrito na Bíblia: “Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus” (Mateus 5:16).

No entanto, para que a luz divina mencionada no texto sagrado possa brilhar em nós, precisamos estar em comunhão com o Pai das Luzes, ou seja, praticarmos no dia-a-dia, em especial nos momentos difíceis, os ensinamentos contidos em Sua Palavra.

Na teoria, parece fácil, até porquê a humanidade crê que, independente da religião, todos são filhos de Deus e, portanto, não é preciso fazer nada para gozar de Sua proteção. Porém, esse pensamento errôneo tem levado muitos a uma acomodação espiritual.

Há pessoas que se consideram filhas de Deus porque vão à igreja, estudam a Bíblia, contudo têm dificuldade em perdoar quem porventura as tenha ofendido ou magoado. Em alguns casos, até buscam fazer justiça com as próprias mãos. Todavia, a humildade e o perdão são características dos filhos do Pai Eterno: “Ao que te bate numa face, oferece-lhe também a outra;” (Lucas 6:29). “Acautelai-vos. Se teu irmão pecar contra ti, repreende-o; se ele se arrepender, perdoa-lhe” (Lucas 17:3).
Amigo leitor, o Senhor Jesus era unigênito de Deus, ou seja, o único filho. Porém, Sua vinda ao mundo transformou-O de unigênito em primogênito, quer dizer o primeiro filho. Isso porque Sua morte e ressurreição deram aos demais seres humanos, a oportunidade de também se tornarem filhos do Pai Eterno. Portanto, há uma grande diferença entre ser filho e ter sido criado por Deus.

Essa diferença é vista exatamente na conduta, na qualidade de vida de cada pessoa. Por essa razão é que a grande mudança, aquela que vai realmente chamar a atenção de nossos familiares e de todos ao nosso redor, começa dentro de nós, a partir do momento que desejamos verdadeiramente termos Deus como Pai.

É como um casamento. O primeiro passo é o noivado, ou seja, a conversão, quando assumimos o compromisso de deixar de fazer coisas que desagradam a Deus. Em seguida vem o casamento em si, ou seja, o batismo nas águas. Vale ressaltar que esse batismo não resolve problemas físicos ou materiais, mas sim, os existentes no interior da pessoa, que por crer no que está escrito, decide mudar sua condição, como se estivesse casando no altar. O batismo nas águas representa o sepultamento da natureza corrompida do homem e o nascimento de uma nova criatura.

Só então é que vem a lua-de-mel, ou seja, o batismo com o Espírito Santo. O corpo físico se mantém igual, mas o seu interior é revestido do caráter de Deus, conforme foi descrito em 2 Coríntios 5:4,5 : “Pois, na verdade,(...) não querermos ser despidos, mas revestidos, para que o mortal seja absorvido pela vida. Ora, foi o próprio Deus quem nos preparou para isto, outorgando-nos o penhor do Espírito”. É nesse momento que a pessoa se torna filha de Deus e passa a ter não só capacidade para perdoar, mas o direito de usufruir todas as Suas promessas e gozar da proteção divina.

As criaturas de Deus ou filhos da carne, procuram agradar ao pai das trevas e vivem no pecado. Já os filhos de Deus são espirituais, procuram agradar ao Pai, praticando a Sua Palavra e neles há os frutos do Espírito Santo.(Confira em Gálatas 5:16-26).

Eu prefiro ser um ‘bobo’ agradando ao meu Pai, a ser esperto com uma vida medíocre. E você?

by PauloCSM Blog
http://paulocsm.wordpress.com
publicado por paulocsm às 11:08
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 23 de Abril de 2008

O QUE ESTÁ SENDO IMPOSSÍVEL PARA VOCÊ?


“Ora, aconteceu que, exercendo ele diante de Deus o sacerdócio na ordem do seu turno, coube-lhe por sorte, segundo o costume sacerdotal, entrar no santuário do Senhor para queimar o incenso (...) E eis que apareceu um anjo do Senhor, em pé, à direita do altar do incenso. Vendo-o, Zacarias turbou-se, e apoderou-se dele o temor. Disse-lhe, porém, o anjo: Zacarias, não temas, porque a tua oração foi ouvida”. (Lucas 1.8-13)

Eram 18 mil sacerdotes, divididos em 24 turnos, e cada um entrava apenas uma vez por ano no santuário, o que significa dizer que era um privilégio, uma honra. O sacerdote entrava no santuário levando as orações do povo e, claro, as dele também, e ainda as ofertas, que eram a expressão de fé das pessoas.

A Zacarias coube por sorte entrar no santuário e, diz a Bíblia que, durante este tempo, a multidão permanecia do lado de fora, orando. Então o anjo apareceu a Zacarias, ou seja, a ida dele àquele local foi preparada pelo Espírito Santo, porque lá dentro do santuário iria acontecer o que ele já vinha desejando havia muito tempo. O seu pedido havia sido aceito, e a sua mulher, que era estéril e já avançada em idade, iria dar à luz um filho, a quem ele daria o nome de João. Humanamente falando, era algo impossível.

O Deus que a Bíblia nos apresenta é o mesmo Deus ao qual Zacarias e sua mulher serviam, o Deus dos impossíveis. O que, por exemplo, está sendo impossível para você? A partir do momento em que você usar a sua fé, o impossível vai se tornar possível. Ele colocou a fé no nosso coração para que através dela possamos ter uma vida de vitórias e de felicidade, mas isso só é possível quando tomamos uma atitude de fé.

A bênção de Deus não vem para a nossa vida porque freqüentamos uma igreja, temos grande conhecimento da Bíblia ou uma posição na hierarquia religiosa; não vem porque fazemos caridade, ou choramos. Não! A bênção de Deus vem para a nossa vida pela fé. É a nossa atitude de fé que vai trazer à existência aquilo que não existe.

Eu ainda não vi nenhuma pessoa ser abençoada sem que tenha tido que usar a fé. Não existe isso. Todas as pessoas que foram abençoadas por Deus o foram por causa da prática da fé; senão não haveria necessidade de Jesus dizer: “Tudo é possível ao que crê”. Não estaria também escrito que “sem fé é impossível agradar a Deus” e que a “fé sem obras é morta”.

Zacarias exercitou a sua fé, e Deus fez o impossível se tornar possível, porque ele vinha orando, foi perseverante e não desanimou. Na realização do seu desejo houve prazer e alegria, porém, muitos são os que têm se alegrado com fatos que acontecem na vida de outras pessoas, e não na sua. Essa alegria não é completa. E por quê? Porque falta algo.

Quando você usa a sua fé e toma posse da vida abundante que Jesus veio trazer, nela está embutido tudo, porque está escrito: “O Senhor é o meu pastor; nada me faltará” (Salmos 23.1). Tomam posse deste tudo, entretanto, somente aqueles que crêem de todo o seu coração, que usam a sua fé.

De repente você não está tendo alegria e prazer porque existe um problema na sua casa, com algum familiar; ou uma doença que, segundo os médicos, é incurável; ou ainda o problema é na sua vida sentimental. Talvez você esteja com dificuldades financeiras, dívidas; depois de muitos anos de trabalho você está aí, sem nada. Enfim, por falta de alguma coisa em você não há prazer e alegria, mas Deus é o Deus que realiza os desejos do nosso coração. Aquele seu desejo será realizado, e em você haverá prazer e alegria. Aquilo que está faltando vai acontecer, em nome de Jesus! Mas você tem que entrar na fé.

Clique aqui para encontrar um Centro de Ajuda
publicado por paulocsm às 10:07
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 18 de Abril de 2008

Explicações MINUCIOSAS sobre quando será a volta de Jesus


A seguir você acompanhará informações precisas de quem entende do assunto. Caso queira conferir sua Informações Acadêmicas, clique aqui.

Agora medite profundamente nessas sábias palavras:

A VOLTA DO SENHOR




Durante seis dias, Deus criou os céus e a terra bem como tudo o que neles há. Mas, no sétimo dia, o Senhor descansou. O apóstolo Pedro nos exorta a não esquecer o seguinte: “para o Senhor. um dia é como mil anos, e mil anos, como um dia” (2 Pedro 3.8). Conclui-se, então, que estamos vivendo os momentos finais do sexto dia, e no próximo ano estaremos na manhã do sétimo dia. Tenho a mais absoluta certeza de que este milênio será o do arrebatamento da Igreja, da Grande Tribulação com "...o aparecimento do iníquo é segundo a eficácia de Satanás, com todo poder, e sinais. e prodígios da mentira.” (2 Tessalonicenses Z.9), da batalha final – O Armagedom –, do julgamento diante do Grande Trono Branco e, finalmente, do estabelecimento de novos céus e de nova terra. Tudo isso se dará a partir desse sétimo dia.

Causa-me espanto a perfeita harmonia dos fatos atuais com as profecias bíblicas, pois falando sobre os sinais da Sua volta, o Senhor Jesus disse: “Aprendei. pois, a parábola da figueira: quando já os seus ramos se renovam e as folhas brotam. sabeis que está próximo o verão. ” (Mateus 24.32). A figueira é Israel, que, após dois mil anos, volta à sua Terra Prometida. Este é o maior e mais evidente sinal da proximidade da vinda do Senhor. Não sabemos o dia nem a hora quando isso acontecerá, mas sabemos que “o verão” será nesse milênio. Sem nenhum medo de errar, eu vou mais além: a vinda de nosso Senhor será neste século, e quem viver verá. Não é à toa que estudos científicos confirmam a queda de um meteoro na Terra, por volta do ano 2016. Não será isso também um sinal apocalíptico?

Creio que esse verão, de que trata nosso Senhor, refere-se ao calor causticante do período de sete anos da Grande Tribulação. Durante sete anos do século XXI, os habitantes da Terra sofrerão as dores do império das trevas, “...segundo a eficácia de Satanás, com todo poder... ”. Pense o leitor comigo: se com a sua atuação limitada Satanás tem imposto ao mundo a tortura que todos temos visto, imagine quando ele agir com toda a liberdade, isto é, com todo poder! Mas a sua livre ação ainda não é o pior, pois com a abertura dos sete selos, a humanidade passará pelo período de julgamento divino, ou seja, a abertura dos selos apocalípticos. Leia o Apocalipse para ter uma idéia melhor do que está reservado para esse velho planeta no próximo século.

O período da Grande Tribulação, então, trata do somatório de tribulações impostas por Satanás e por Deus aos habitantes da Terra. A humanidade ficará sob fogo cruzado. Da parte de Satanás estarão duas bestas: uma que emerge do mar e a outra da terra. Ambas irão impor aos seres humanos uma carga de dor quase insuportável. Da parte divina, estão as catástrofes naturais, envolvendo o sol, a lua, as estrelas e meteoros que esmagarão a Terra como se fosse uma formiga. Muitas pessoas, que hoje têm escarnecido do povo de Deus, vão sofrer infinitamente muito mais, pois com a sua conversão sentirão na alma e na carne, a dor da verdadeira perseguição. Porque a besta que emergirá do mar vai persegui-ias e destruí-ias (leia Apocalipse 13.7).
Portanto, aí vão algumas perguntas que você, amigo leitor, deve responder a si mesmo:
1 – Você tem mesmo certeza de que se o Senhor Jesus viesse agora você seria arrebatado?
2 – Você está absolutamente convicto de seu nome estar escrito no Livro da Vida?

Se as suas respostas forem positivas, então os seus entes queridos, amigos, conhecidos e sobretudo, o Espírito Santo também podem confirmar que você tem ouvido e praticado a Palavra de Deus. Isto é, você não se prostitui, não rouba, não mente, sempre perdoa aqueles que lhe têm magoado, enfim, você tem vivido a crença que professa.

Que Deus os abençoe abundantemente!


Bispo Macedo.
publicado por paulocsm às 11:57
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quanto TEMPO NOS RESTA?


A experiência tem nos mostrado que quando os espíritos imundos tornam posse da mente de uma pessoa, eles podem controlar todo o corpo e fazer do mesmo instrumento imoral do prazer, além de roubar, mentir, enganar, odiar e tudo o mais concernente à obra do diabo, mas ainda assim a libertação dessa pessoa não é difícil; entretanto, quando eles tomam posse do coração da pessoa, aí a libertação se torna mais complexa, tendo em vista o fato de que o centro das emoções daquela pessoa está controlado pela força do mal. Para essa é muito mais difícil entender a mensagem do amor de Deus, muito embora isso signifique ser impossível. Quando se trata, entretanto, de pessoas que foram libertas e se converteram ao cristianismo, mas permitiram, por um motivo ou por outro, que seus corações fossem atingidos pelo espírito desse mundo, então a conversão se torna impossível. É justamente isso o que a Bíblia nos ensina, dizendo: “É impossível, pois, que aqueles que uma vez foram iluminados e provaram o dom celestial e se tornaram participantes do Espírito Santo, e provaram a boa palavra de Deus e os poderes do mundo vindouro e caíram, sim, é impossível outra vez renová-los para arrependimento, visto que de novo estão crucificando para si mesmos o Filho de Deus, e expondo-o à ignomínia” (Hebreus 6.4-6).

“...Porquanto se não vigiares, virei como ladrão, e não conhecerás de modo algum em que hora virei contra ti” (Apocalipse 3.3).

Em várias ocasiões o Senhor Jesus advertiu os Seus seguidores a respeito da Sua Segunda Vinda; Ele nunca disse quando, mas sempre deixou claro que será repentina, de surpresa, como quando vem o ladrão! E quando o ladrão vem? Ninguém sabe. A Segunda Vinda de nosso Senhor Jesus pode ser bem comparada com a morte: quando será nosso último instante de vida? Quem pode nos dizer quanto tempo nos resta? Da mesma forma como ninguém sabe quando passará a eternidade, assim também será a vinda do Filho do Homem! O mais importante de tudo é estar preparado: é saber se o perdão oferecido gratuitamente pelo Senhor já foi aceito e se há certeza de salvação eterna! Nós precisamos tanto estar preparados quer para passar para a eternidade, quer para a Segunda Vinda do nosso Senhor Jesus; porque tanto a primeira quanto a segunda serão inesperadas.

Paulo Cezar.
publicado por paulocsm às 11:40
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 15 de Abril de 2008

Interno IURD - Transcrição das Reuniões Bp Clodomir


Existem coisas que você pode revirar a internet, p2p, e não vai encontrar. Tem coisas que só no PauloCSM Blog você encontra. Entendeu porque quando peço para adicionar este blog nos favoritos, assinar o BlogMail e entrar frequentemente, me ajudando a divulgá-lo eu tenho razão?

Estou postando 132 transcrições (Culto Escrito) de reuniões feitas pelo Bp Clodomir. Breve postarei mais de outros bispos também.

Espero que quando lerem, meditem e tomem os ensinamentos para si e pratiquem... "Não sendo um ouvinte negligente.. Mas operoso praticante..."

Link para Download - (RapidShare)

Deus Abençoe Abundantemente

by PauloCSM Blog
http://paulocsm.wordpress.com
publicado por paulocsm às 17:30
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. O que fazer para ser Bem ...

. Você tem feito a escolha ...

. Polêmico: Pode-se Conside...

. Livro: O Perfil do Jovem ...

. Pasta com 800 Estudos do ...

. Os "Bobos" e os "Espertos...

. O QUE ESTÁ SENDO IMPOSSÍV...

. Explicações MINUCIOSAS so...

. Quanto TEMPO NOS RESTA?

. Interno IURD - Transcriçã...

.arquivos

. Maio 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds