Terça-feira, 29 de Abril de 2008

Polêmico: Pode-se Considerar os Recém-Nascidos como Filhos de Deus?

Não. Cada criança é gerada pela vontade exclusiva dos pais biológicos. Em não havendo relação sexual é possível gerar crianças? Somente no caso de inseminação artificial.

Portanto, nenhuma criança é gerada pela vontade de Deus, mas da vontade humana. É claro que a lei da natureza instituída por Deus determina que “tudo o que o homem semear, isso também ceifará” (Galátas 6:7). Ora , se planta arroz vai colher arroz...Isso é uma lei fixa. Assim também cada criança gerada é fruto exclusivo da vontade de seus pais e nada tem haver com Deus. Por isso também, quando a criança nasce defeituosa a culpa pode ser atribuída a Deus, mas às condições em que ela foi gerada (João 9:2-3). Se a mãe engravida e mantém o uso do tabaco, drogas, bebidas alcoólicas ou qualquer atividade que influencia o desenvolvimento do feto, então é muito provável o filho nascer com problemas, seja defeitos físicos ou doenças incuráveis. Se a semente for contaminada o fruto será defeituoso.

Se cada criança fosse gerada pela vontade de Deus, então Deus não seria Pai, mas sim, mostro. Por quê? Porque enquanto muitas crianças nascem perfeitas outras tantas nascem defeituosas ou já condenadas à morte prematura. Portanto, Deus nada tem haver com os filhos que vem ao mundo.

O Que ocorre com a alma da criança morta prematuramente ?

Apesar de a criança não ser nascida de Deus, ainda assim, quando ela morre sua alma vai direto para Deus (Mateus 19:14; Marcos 10:14; Lucas 18:16). Mesmo que seus pais sejam incrédulos ou pecadores, seus filhos, enquanto em idade da inocência, não têm pecados diante de Deus.

O fato é que enquanto a criança está vivendo na idade da inocência sua salvação está garantida, haja vista não ter pecados. Ela somente precisa de salvação de sua alma quando entra na idade da razão, isto é, quando passa a ter consciência do que é certo e do que é errado.

Daí a razão porque biblicamente não há batismos nas águas para crianças. O batismo nas águas é a cerimônia que segue ao arrependimento de pecados. E como a criança inocente vai se arrepender se não tem pecado?

Veja o exemplo do Senhor Jesus: Ele somente foi batizado nas águas quando tinha trinta anos de idade; não porque tinha pecado e havia se arrependido, mas para cumprir toda a justiça (Mateus 3:15). Tal justiça foi cumprida quando o Senhor Jesus Se identificou com a mensagem de justiça proclamada por João Batista.
João estava batizando pessoas arrependidas, e o Senhor Jesus deu testemunho do trabalho dele na restauração da fé que justifica o conserto com Deus. Além disso para cumprir a Escritura profética a Seu respeito.

Mas quando recém-nascido, com apenas oito dias, Jesus conduzindo ao Templo e foi consagrado a Deus (Lucas 2:21-30). E seguindo Seu exemplo a verdadeira Igreja cristã faz o mesmo com respeito aos pequeninos, ou seja, consagra-os ao Deus de Abraão em Nome do Senhor Jesus Cristo.

Deus Abençoe

PauloCSM Blog
http://paulocsm.wordpress.com
publicado por paulocsm às 09:53
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Músicas do Renato Suhett ...

. Ouça Boas Músicas com Men...

. A "casa" de DOIS BILHÕES ...

. Foto IURD Nashville - Ten...

. Testemunho Renato Suhett ...

. Para Reflexão: A Bolacha

. Para Reflexão: A casa que...

. Para descontrair - Salmo ...

. O que fazer para ser Bem ...

. Foto IURD Filipinas

.arquivos

. Maio 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds